Apresentação(sou um indiano grego)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Apresentação(sou um indiano grego)

Mensagem  Raj em Ter Jul 14, 2009 3:29 pm

Queridos Irmãos Helenos
Khaire!
Boa Tarde
Meu nome é Raju Krishnananda, sou indiano, vivo há 5 anos no Brasil. Fui Hindu, mas faz algum tempo que sou Reconstrucionista Helenico, fiquei surpreso e muito feliz em saber que existe este grupo de pessoas que vem tentando reconstruir a religião helenica. Eu não sabia a quem recorrer para pedir informações sobre os Deuses gregos(sei muito pouca coisa, pois venho de família hinduista tradicional na Índia onde nasci) e busco saber mais como reverenciar meus queridos Deuses Gregos(cultuo Apolo e Ártemis e os demais Deuses Olimpícos) para voltar ao antigo caminho. Não sei se vocês acreditam em reencarnação, mas como uma herança do hinduismo que recebi, acredito que devo ter sido grego numa vida passada, pois não me identifico com nada da Índia que para mim, apesar de ter nascido e ter sido criado lá, me é no íntimo uma terra estranha. Quando estive na Grécia numa viagem de negócios, eu estive nas ruínas do templo de Apolo em Delphos e senti uma emoção tão grande lá que senti que estava realmente em casa. Para mim, senti que a Grécia é minha pátria, e que os Deuses gregos são meus Deuses verdadeiros. Tive de sair de casa, e recusar casar-me no hinduismo por não aceitar mais os Deuses hindus(tive vários problemas e fui até expulso da minha casta Brâmane e não posso mais ver minha família nunca mais por causa disso) e vim para o Brasil para poder ter paz para poder viver o Helenismo sem interferencia de minha família pois tenho parentes na europa que podem me encontrar e como eles detestam o Brasil estou a salvo aqui. As pessoas que estão vendo a novela Caminho das Índias não me entendem e acham que eu sou a contramão do mundo por não viver a cultura e religião dos meus ancestrais, rsss. Bom, isto foi só um pouquinho sobre mim, agradeço a todos se puderem me ajudar com maiores informações sobre os Deuses gregos.
Farei algumas perguntas depois em tópico separado que gostaria que alguns dos irmãos me respondessem para ajudar-me em minha prática diária do Helenismo. Todos os irmãos que quiserem me escrever para meu e-mail particular também serão bem vindos.
Agradeço a paciência de todos para comigo e aguardo contato.
Fraternalmente
Raju Krishnananda

Raj

Masculino Número de Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Lukas servo de hades e hera

Mensagem  lukas alexandre em Ter Jul 14, 2009 4:59 pm

Seja bem vindo e que os deuses tragam paz e felicidade a vc Very Happy
avatar
lukas alexandre

Masculino Número de Mensagens : 59
Localização : São Vicente - São Paulo
Emprego/lazer : Web Design.
Data de inscrição : 06/04/2009

Ver perfil do usuário http://helenosdolitoralsp.no.comunidades.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Apresentação(sou um indiano grego)

Mensagem  Thiago Oliveira em Ter Jul 14, 2009 7:57 pm

Bem vindo seja, meu caro
avatar
Thiago Oliveira

Masculino Número de Mensagens : 822
Emprego/lazer : Educador/ estudante
Data de inscrição : 09/02/2008

Ver perfil do usuário http://ta-hiera.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Apresentação(sou um indiano grego)

Mensagem  Leandro de Souza em Qua Jul 22, 2009 8:19 pm

Khaire!Historia dramática.Por seres da india te recomendo sacrificios a Apolon,Hermes,Dionisio,e Hécate.Hécate e Hermes como Deuses das vias e das tranferencias vão te ajudaram na tranzição,Hracles também.Dionisio esteve nas Indias e É Deus dos dramas.Apolon,Artemis,Héra,Ilitia,Hebe te ajudaram a entender a transmigração aloginoficante e estrangeiroficante que contigo ocorrera.Mas me diga como aprendeste a escrita portuguesa?Bem-vindo! sunny
avatar
Leandro de Souza

Masculino Número de Mensagens : 147
Data de inscrição : 01/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Apresentação(sou um indiano grego) para Leandro

Mensagem  Raj em Qui Jul 23, 2009 6:52 am

Caro Leandro
Khaire!
Agredeço pelas suas orientações a respeito dos Deuses enquanto ainda não recebi resposta do Thiago.
Mas vamos lá responder sua pergunta sobre como eu aprendi a língua portuguesa: Lá na Índia, tem uma província(estado) chamado Goa onde se fala português devido a já ter tido uma certa colonização portuguesa. Eu morava no Rajastão(província ou estado cujas ruas você pode ver na Novela Caminho das Índias), mas tenho alguns parentes que moram em Goa. Eu não entendia português, eu ouvia as pessoas falando português lá(o português de portugal) e não entendia nada no começo, mas uma das minhas tias tentou me ensinar, mas eu não conseguia aprender de jeito nenhum(vocês tem muitos tipos de verbos, advérbios e a própria linguística de vocês é muito difícil para nós indianos, apesar de dizerem tecnicamente que as línguas latinas derivam do Sâscrito(a língua mais antiga falada na Índia, usada para os mantras, pois seria a língua dos Deuses hindus), eu só aprendi alguma noção(algumas palavras em português), mas foi só quando cheguei aqui no Brazil que tive realmente de aprender para poder trabalhar e viver aqui. Eu pensei comigo mesmo: Pelos Deuses! se eu não aprender a língua deles(dos brasileiros) como vou trabalhar e sobreviver por aqui? então a duras penas, fiz um curso de português para estrangeiros com duração de 3 anos, onde com extrema dificuldade consegui finalmente aprender a língua de vocês. Graças aos Deuses tudo deu certo e aqui estou. Eu ainda erra alguma coisa, mas pelo menos eu pode comunicar-me bem com vocês e entender tudo o que vocês me falam ou escrevem. Descobri que se eu tivesse estudado espanhol, eu teria mais facilidade de aprender português devido as línguas portuguesa e espanhola serem parecidas(curso que fiz logo depois e por isso fiquei com um sotaque indiano português espanholado) rsss. Eu pedi as traduções daquelas frases em grego porque para mim é importante louvar os Deuses, mas eu não queria ter de louvá-los em Sânscrito, pois esta é a língua dos Deuses Hindus e acredito que Apolo, Artemis e outros Deuses não ficariam satisfeitos de serem invocados na língua dos Deuses hindus, já que na Índia se aprende que o Sânscrito foi a língua sagrada criada pelos Deuses Hindus entende? eu quero louvar os Deuses em grego e por isso pedi aquelas frases, o resto das orações eu faço em português mesmo. É, a diferença cultural é grande, pois tenho observado aqui no Brasil apesar de existirem várias religiões, um materialismo e ateísmo muito grande que se observa nas cidades deste país. Eu fico feliz de encontrar pessoas religiosas como vocês pois eu me sentia deslocado em relação as outras pessoas daqui por causa de minha devoção profunda aos Deuses gregos e também porque eu não gosto de gente da comunidade indiana aqui me perturbando me dizendo para voltar para os Deuses hindus, dizem que eu sou um traidor dos Deuses Indianos, que senão eu teria mal Karma e etc... e eu sempre praticamente agindo quase como um guerreiro espartano dizendo e até ameaçando para me deixarem em paz com meus Deuses gregos ou então que eles(os indianos que moram aqui e que me perturbam) iriam sofrer as consequências, pois eu pedirei justiça aos Deuses gregos contra eles. Eu recusei um casamento na Índia pelos seguintes motivos: no Sanatana Dharma(conhecido por vocês como Hinduísmo), você não escolhe com quem casa, mas sim, seu casamento será arranjado pelos seus pais de acordo com quem eles achem que é melhor para você se casar, e pior: a esposa indiana sofre muito pois tem viver na casa dos sogros todo mundo morando junto(veja o sofrimento da personagem Camila da Novela Caminho das Índias) e os sogros só sabem reclamar da nora, maltratá-la e humilhá-la sempre(uma verdadeira contradição para um civilização indiana que se diz tão espiritualizada e religiosa) e por isso existem muitas brigas no casal por tais motivos e também casar com alguém que você não conhece e que você não ama e que você só vê no dia do casamento é um absurdo acho que não apenas para mim, mas para toda pessoa sensata neste mundo. E os indianos acham que um casamento arranjado dura para sempre e que é melhor do que os casamentos por amor do ocidente. Mas eu digo para você e para todos aqui que é péssimo pois você não pode se divorciar tal como no ocidente, pois o casamento foi feito no Sanatana Dharma(Hinduísmo) e teve como testemunha Agni, o Deus do fogo e por isso não pode ser dissolvido, a não ser pelo próprio marido que pode se livrar da esposa num ato machista devolvendo-a para os sogros dele e dizendo que ela não vale nada. Para você ver como é difícil viver num país de cultura e religião milenares que manda na vida humana de forma tão injusta. Atualmente, graças aos Deuses Gregos, sou casado com uma Brasileira que aceita muito bem o Helenismo e tenho uma filha de 3 anos. Hoje vivo feliz pois casei por amor, me sinto mais pleno espiritualmente e psicologicamente. E sou também mais feliz ainda por ter encontrado vocês aqui, pois eu pensava que de Helenista no Brasil só tinha eu e que o resto vivia na Grécia e em outros países.
Bom, amigo, eis uma pequena parte de minha história de vida que compartilho contigo e com todos os irmãos helenos daqui deste fórum. Agradeço pela sua ajuda e vamos marcar um dia para conversar on line no MSN para nos conhecermos melhor ok?
Se você e todos os membros deste fórum tiverem qualquer pergunta a me fazer, será um prazer responder.
Abraços fraternos para ti e para todos
Raju

Raj

Masculino Número de Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Já que consedes perguntartei:

Mensagem  Leandro de Souza em Qui Jul 23, 2009 1:42 pm

Grato!Qual o mito hindu acerca da chegada da videira nas Indias? Very Happy Question sunny
avatar
Leandro de Souza

Masculino Número de Mensagens : 147
Data de inscrição : 01/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Resposta sobre a videira na Índia

Mensagem  Raj em Qui Jul 23, 2009 2:35 pm

Caro amigo Leandro
Khaire!
Bom, eis a resposta a sua pergunta sobre o mito da videira ter ''chegado'' na Índia:
Os Vedas(Escritos ancestrais da Índia), de mais 2000 a.C., mencionam que o vinho era louvado como Deus(o Deus Soma(o Dioníso Hindu) e remédio.
Os outros 120 hinos dos Vedas são dirigidos ao Deus Soma, ele é uma planta. Alguns hinos se referem a Soma sendo espremido para que dele se extraia o suco sagrado(alguns acreditam que esta planta é a videira). Este processo é igualado ao processo da chuva caindo sobre a terra, e sendo filtrada pela vegetação, é armazenada na terra produzindo o suco sagrado (água potável) para os seres humanos.
Em Maharashtra, Distrito de Pune, estado do oeste central da Índia, pratica-se a viticultura(produção e cultivo das uvas para fazer vinho) tropical que já existe na Índia há mais de 20 mil anos segundo alguns especialistas, que produz uvas para consumo in natura ou como passas e também para fazer sucos e vinhos. Nos rituais Tântikos hindus o vinho é utilizado pelo Deus Shiva e sua esposa Parvati(na forma da Deusa Kali, conhecida como Shakti Devi) e as uvas já eram usadas pelos indianos há mais de 20 mil anos e por isso não chegaram na Índia, elas sempre existiram lá, tanto na religião hindu como na parte histórica de acordo com os historiadores. Inclusive, os sacerdotes hindus e alguns especialistas dizem que o ritual de sacrifício e culto dos Deuses gregos e de de outros povos deriva dos rituais de sacrifício védico de fogo(Agni-Hotra) e o culto hindu dos Deuses indianos e que a língua sânscrita da índia seria a mãe de todas as línguas latinas e inclusive mãe do grego e do latim. Ex: Pater(Pai em grego e em Latim), no sânscrito: Pitta. Meter(mãe em grego), Mater(mãe em latim), em sãnscrito; Mata. E existem várias outras semelhanças de ritos entre o hinduismo e outras religiões do mundo. No Ramayana, Sri Rama diz que esteve em vários países há mais de 5 mil anos atrás, entre eles Rama esteve aqui no Brasil, na Grécia, onde Rama diz que ensinou a religião védica aos gregos para que os gregos cultuassem os Deuses hindus na forma dos Deuses gregos que você conhecem hoje e em outros países da europa e da Ásia. Para os Índios brasileiros ele ensinou o mesmo culto e Rama é cultuado até hoje por índios da tribo Puri(Arari)(antepassados da minha esposa), cujos poucos sobreviventes vivem na região do Vale do Paraíba e que cultuam Rama como Ramash e outros Deuses de forma semelhante aos hindus na índia e semelhante aos gregos da grécia antiga. Me desculpe se não tenho informações em português sobre o Ramayana(uma das escrituras hindus), pois ele ainda está em sânscrito e que eu saiba ainda não há tradução em português, mas se você perguntar a indianos instruidos de verdade no hinduismo, eles te confirmarão o que eu disse sobre o contato de Rama com os gregos e sobre o ensino da religião hindu para os helenos e a adaptação dos Deuses hindus para se transformarem em Deuses gregos e para os Deuses de outros povos. Ex: Surya(Deus do Sol), seria Apolo. Entende? bom, eu não sou especialista no assunto de religião hindu, pois não sou sacerdote. Mas também discordo do que me foi ensinado pelos sacerdotes hindus a respeito de Rama ter ensinado a religião hindu aos gregos e dos gregos terem adaptado os Deuses hindus para virarem Deuses gregos. O que sei ser verdade por lógica e observação de um video de um sacrifício helenico que vi na internet, é que realmente é quase 100% igual ao ritual de sacrifício hindu aos Deuses da índia e nada mais, o que muda são só a língua, as roupas e os objetos ritualísticos. E também semelhanças entre as regras de higiene e etc. Mas isso nós nunca vamos saber pois não estávamos lá para ver se Rama fez aquilo mesmo para os gregos ou vice versa. o Importante foi responder seu pergunta dentro da minha limitado conhecimento do assunto.
Abraço fraterno
Raju

Raj

Masculino Número de Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Apresentação(sou um indiano grego)

Mensagem  Thiago Oliveira em Qui Jul 23, 2009 9:43 pm

Raj, se te interessa fazer uma espécie de iniciação á religião grega, eu lhe recomendo que faças uma espécie de batismo, o qual nós tradicionalmente chamamos de ONOMATODOSÍA. Isso pode ser traduzido como Imposição de Nome. Era o momento em que se apresentava a criança frente à comunidade, bem como se lhe iniciava frente aos deuses. Normalmente isso era feito com poucos meses ou anos de nascido, mas atendendo às nossas necessidades podemos adaptar o rito e nos auto batizarmos, desde que atendamos às regras básicas:

1- Dedique-se à meditação e vivência da vida, assim os deuses se Lhe apresentarão e você poderá encontrar os seus deuses paternos, os padrinhos. Eles podem ser um casal, um trio, ou quantos você os ver.

Após isso vem o rito em si:
1= purifique-se
2= prepare um local adequado, com altar e chama
3= faça uma invocação aos seus ancestrais como forma de 'passaporte' à Tradição
4= Faça hino às ninfas, Zeus e Hera, e em seguida aos seus deuses padrinhos.
5= faça libações e ofertas
6= Encerre.
avatar
Thiago Oliveira

Masculino Número de Mensagens : 822
Emprego/lazer : Educador/ estudante
Data de inscrição : 09/02/2008

Ver perfil do usuário http://ta-hiera.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

perguntas sobre ONOMATODOSIA

Mensagem  Raj em Sex Jul 24, 2009 7:01 am

Caro Thiago
Khaire!
Agradeço pelo ritual do ONOMATODOSÍA que você postou aqui. Sim, farei este ritual com certeza para estar em harmonia com os Deuses. Tenho aqui em casa um altar com as imagens de Apolo e Artemis e Héstia(meus Deuses pelos quais tenho profunda devoção). Aqui no fórum eu peguei os rituais diários e outros. Uma pergunta sobre o ritual:
No passo 3 do ONOMATODOSIA você diz para eu fazer uma invocação aos meus ancestrais como forma de 'passaporte' à Tradição. Mas se meus ancestrais eram hindus, será que eles não ficarão zangados comigo? não seria melhor eu invocar como meus ancestrais de coração Herácles(Hércules que nem os espartanos), Iolas e outros heróis gregos como meus novos ancestrais no Helenismo? em seguida faço os hinos às Nifas, a Zeus, Hera e aos meus Deuses padrinhos(Apolo, Artemis e Héstia) certo? faço por fim as libações e ofertas e então encerro. Isto seria melhor para mim pelo menos do ponto de vista religioso, pois meus pais na Índia me disseram que meus ancestrais hindus em Vaikhunta(Mundo Espiritual) me odeiam por eu ter deixado os Deuses indianos para cultuar os Deuses estrangeiros(os Deuses gregos), e por isso eu prefereria ter como ancestrais honorários Herácles, Iolas e outros heróis gregos, assim eu sentiria mais paz de espírito.
Como minhas perguntas sobre as traduções e Deuses ficaram um pouco bagunçadas, eu vou enviá-las a você em um novo tópico ok?
Abraços
Raju

Raj

Masculino Número de Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Apresentação(sou um indiano grego)

Mensagem  Thiago Oliveira em Sex Jul 24, 2009 7:14 pm

Raj, no Helenismo e na própria história cultural grega, a família teve sentidos bem diversos. Às vezes um filho adotivo poderia ser tido como legítimo mais do que um filho consanguínio. Inclusive haviam festivais dedicados exlcusivamente às crianças adotivas e não-legítimas. Aqui, na nossa crença religiosa, a família tem um significado e importânocia que muitas vezes é desprezado naquele gesto inicial de cuspirmos no prato que por tanto tempo comemos e condenar à religião e à família por nos ter feito passar por essa situação. Mas, o que importa é que nós não nos ligamos às questões etnicas e/ou geográficas para determinar quem é ou não politeísta helênico. O Helenismo é uma expressão religiosa que se destingue mais por um estado de espírito e conduta do que por quaisquer outros motivos sejam eles elitistas ou classificatórios. Quando nos reportamos muitas vezes aqui à ancestrais, estamos nos referindo mais a todo umlegado, uma tradição, um modo de ser, ver e crer no mundo do que propriamente à pessoas comuns; e é esse o sentido incluso no termo 'ancestrais' quando lhe escrevo. Quando dizemos
'Saúdo os deuses de nossos pais
filho dos Helenos' e por diante, não nos reportamos especificamente à pessoas, ao tipo biológico, mas sim à toda essa gama de situações e coisas que fazem o Helenismo. Meus pais são cristãos, mas nem por isso eu os excluo da minha prática religiosa como politeísta helênico. Incluo-os nas minhas celebrações, porque ao meu ver, o sentido de comunidade que faz os helenos serem o que é, é algo que não pode ser perdido quando tentamos reconstruir o ideal que defendemo: o Helenismo.

Espero que tenha sido claro.
Até breve
Thiago
avatar
Thiago Oliveira

Masculino Número de Mensagens : 822
Emprego/lazer : Educador/ estudante
Data de inscrição : 09/02/2008

Ver perfil do usuário http://ta-hiera.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Apresentação(sou um indiano grego)

Mensagem  Alexandra em Sab Jul 25, 2009 2:17 pm

Desculpe, mas eu não recomendo a onomatodosia em si próprio, nem mesmo a auto-iniciação (aliás, iniciação e onomatodosia NÃO têm a ver uma coisa com a outra)...
avatar
Alexandra
Administrador
Administrador

Feminino Número de Mensagens : 1071
Emprego/lazer : Psicologia, Letras e Artes
Data de inscrição : 15/01/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Apresentação(sou um indiano grego)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum