Anacreontea 5 ( poemas de Anacreonte )

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Anacreontea 5 ( poemas de Anacreonte )

Mensagem  Antônio em Seg Fev 21, 2011 12:05 pm

Anacreontea 5

Hábil artesão, forja- me uma taça primaveril agora:
As primeiras delícias, para nós, as rosas, no-las traz a estação.
Martelando bem a prata, torna-me a bebida deliciosa.
Quanto a ritos de festa, peço-te, nada de estranho me forges,nem historieta que me assuste.
Faz antes o filho de Zeus, faz-nos Baco, o Évio.
Mistério da bebida, seja Cípris a marcar o ritmo dos himineus.
Grava os amores sem armas e as Graças sorridentes, por baixo de vinha frondosa,
Adornada de muitos cachos.
Acrescenta rapazes bonitões, a menos que lá brinque Febo.

Anacreonte
Carlos A.Martins De Jesus
Coleção Fluir Perene 12
avatar
Antônio

Masculino Número de Mensagens : 109
Localização : São Paulo SP
Data de inscrição : 30/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum