Respostas 2012

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Respostas 2012

Mensagem  Alexandra em Sab Mar 10, 2012 10:04 am

Perguntas respondidas fora do fórum que possam interessar a outros. Não serão inclusos os autores das perguntas, apenas o conteúdo respondido.

Para as de 2010/2011, veja: http://helenismo.forumeiros.com/t770-respostas-gerais-2010-2011
Para as de mitologia de 2005 a 2007, veja: http://helenismo.forumeiros.com/t194-respostas-sobre-mitologia-2005-a-2007
avatar
Alexandra
Administrador
Administrador

Feminino Número de Mensagens : 1071
Emprego/lazer : Psicologia, Letras e Artes
Data de inscrição : 15/01/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Respostas 2012

Mensagem  Alexandra em Sab Mar 10, 2012 10:06 am

Bom, frequentemente venho tendo sonhos com Poseidon sempre que um de seus festivais esta se aproximando e hoje não foi exceção. Venho querendo compartilhar isso a muito tempo, mas esperava que se repetisse com mais frequência (o q tem ocorrido). O estranho é que não tenho uma ligação muito forte com o mar e isso me deixa cheio de perguntas, mas na dúvida sempre acendo um incenso ou vou até a praia.
Poseidon não é só deus do mar; vide pelos seus epítetos: Aspheleios (Decidido), Basileus (Rei), Ennosigaios (que Sacode a Terra), Gaieokhos (que Segura a Terra), Hippios (dos Cavalos), Pater (Pai), Petraios (da Pedra), Phutalmios (o que Nutre), Soter (Salvador), Taureos (semelhante ao Touro). Em termos simbólicos/oníricos, o vejo muito como aquele que anuncia que as coisas que tiverem que cair vão cair, porque não tinham estrutura para suportar um terremoto. E, se não tinham estrutura, é melhor que fiquem mesmo para trás em vez de nos agarrarmos a elas. Ele faz isso porque é um 'Salvador', para nos tornarmos mais 'Decidido's no que realmente importa e possamos 'Sacudir' o resto. O que for firme mesmo estará 'Seguro' e é a isso que você tem que se dedicar, é isso que se deve 'Nutrir' e deixar forte como o 'Touro'. Wink
avatar
Alexandra
Administrador
Administrador

Feminino Número de Mensagens : 1071
Emprego/lazer : Psicologia, Letras e Artes
Data de inscrição : 15/01/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Respostas 2012

Mensagem  Alexandra em Sab Mar 10, 2012 10:07 am

Onde surgiu a ideia de Deuses patronos, modernamente falando?
Bom, os gregos tinham patronos para as cidades (vide a clássica disputa pelo patronato de Atenas), para as atividades (patrono dos médicos, dos ferreiros, dos guerreiros etc), e a pessoa se sentia conectada a um patrono que a representasse também. No caso histórico, individualmente as pessoas só tinham seu daimon, mas é um tanto lógico que sentissem/tomassem o patrono da sua profissão/cidade como seus. Por isso é comum um médico ter Asclépio ou Apolo por patrono (pessoal, modernamente falando). Não sei se entendi sua pergunta do "modernamente falando", mas a ideia de que cada indivíduo estivesse ligado a uma deidade 'tutora' existe em várias culturas (babilônica, egípcia, grega, romana, hindu, budista, e menos fortemente entre os nórdicos e celtas). Os patronos tornam mais administrável o culto, pois - por mais que devamos cultuar todo o panteão - os patronos vão ser como uma base que vai 'afinar o tom' que usamos no nosso desenvolvimento espiritual, nos colocando na direção certa mesmo quando não sabemos o que estamos procurando. O patrono é, de certa forma, o deus com quem a gente lida melhor e interage com mais frequencia. E isso é natural, tanto que os católicos criaram os santos de devoção para manter essa fluidez de contato, e nas religiões afro também se tem os orixás pessoais de corpo e cabeça.
avatar
Alexandra
Administrador
Administrador

Feminino Número de Mensagens : 1071
Emprego/lazer : Psicologia, Letras e Artes
Data de inscrição : 15/01/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Respostas 2012

Mensagem  Alexandra em Sab Mar 10, 2012 6:16 pm

Poderiam me explicar melhor o que é um Khoés, e como seria um vaso "trifoliado"?
O khoes é uma espécie de bilha que era usada como medida na hora de se misturar o vinho com a água num kantharos (cântaro, jarro). O khoes onde se colocava vinho se chamava oinokhoes. Cada pessoa tinha o seu khoes e o seu kantharos para usar nos festivais a Dionísio. O de adulto comportava litros, e a medida era metade de vinho e metade de água. Já o das crianças (a partir de 4 anos) eram em miniatura, muito menor, e o delas era misturado 1 parte de vinho com 4 partes de água.
Um vaso trifoliado seria tipo assim em cima: http://www.worldwidestore.com/images/full_size/37427.jpg
ou estes: http://www.astrologicon.org/images/stories/calendarimg/chous.jpg ~ Alex

"Khóes (Χόες) são um tipo de vaso ou jarro de três lados (trifoliado-com três folhas), com boca redonda e larga usado em libações nos rituais, principalmente nas Antestérias... Khóes vem do verbo khéein, que significa derramar, ou seja, khóes são os vasos de derramar. Por isso os tipos de libações em que todo o líquido é derramado (libações comuns para Deuses Chthonicos), são chamadas de Khóes. O segundo dia das Antestérias era o dia de Khóes por causa de um concurso que se realizava neste dia onde o vencedor seria quem esvaziasse mais rapidamente um khous (singular de khóes) de três litros e um quarto. Ainda por causa deste mesmo concurso, você poderá encontrar textos que se referem às khóes como medida, sendo um khous exatamente 3 e 1/4 litros." ~ Duggan
avatar
Alexandra
Administrador
Administrador

Feminino Número de Mensagens : 1071
Emprego/lazer : Psicologia, Letras e Artes
Data de inscrição : 15/01/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

animais domésticos

Mensagem  Alexandra em Dom Ago 05, 2012 5:29 pm

Kalimera pessoal, gostariam que tirassem uma duvida para mim!
Meu cachorro faleceu hoje, e minha duvida é se os antigos gregos acreditavam que os animais tinham almas, e se existia um ritual funebre para os animais domésticos,
Agradeço desde já

Os antigos gregos acreditavam sim. Pitágoras acreditava em metempsicose e respeitava por isso a vida animal. Thales acreditava no panpsiquismo, onde tudo tinha alma, até os metais. Demócrito achava que a alma era composta de átomos de energia que estavam presentes tanto nos homens quanto nos animais e até no resto do mundo. Aristóteles dizia existir 3 tipos de alma: vegetativa (das plantas), sensitiva (dos animais) e racional (do homem). E por aí vai.

Na literatura, conhecemos cães famosos: Argos de Odisseu, Maira de Icários, Labes em 'As Vespas' de Aristóteles, o cão de cauda longa de Alcibíades, o cão de Xântipos que nadou com ele até Salamina. Diz-se que a cidade de Peritas, fundada por Alexandre o Grande, tinha esse nome em memória do cachorro favorito de Alexandre.

Ritual fúnebre eu desconheço, mas existiam epitáfios na Antologia Grega que eram dirigidos a cães. Um deles é do poeta Simonides para sua cadela tessália, que era de caça: "Por certo, Licas caçadora, embora estejas deitada nesta sepultura, morta, as feras inda temem os teus ossos alvos".

No entanto, modernamente falando, você pode usar essa sugestão de ritual (em inglês):
http://web.eecs.utk.edu/~mclennan/BA/JO-RR.html
avatar
Alexandra
Administrador
Administrador

Feminino Número de Mensagens : 1071
Emprego/lazer : Psicologia, Letras e Artes
Data de inscrição : 15/01/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Respostas 2012

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum